´´Xamanismo é um ato de reverência a tudo o que existe no Planeta. É a mais profunda conexão com o SER, é estar presente, sentir, observar, olhar. Xamanismo é muito mais que siberiano, hindu, americano ou brasileiro. Xamanismo é da Terra, é de todos os lugares e de lugar nenhum, é um mergulho profundo dentro do Si Mesmo. Xamanismo é o resgate de quem se é.´´ (Anand Milan)

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

FILTRO DOS SONHOS - COMO FAZER

Após algum tempo recebendo diversos pedidos para ensinar a fazer o Filtro dos Sonhos ou DreamCatcher, resolvi criar um tutorial passo a passo com todas as informações necessárias para que o mesmo deixe de ser só um objeto de decoração e se torne realmente um Círculo de Poder e Sonhos.



Dreamcatcher – Filtro dos Sonhos

O dreamcatcher, também conhecido como filtro ou teia do sonho, é uma mandala de cura de origem nativa norte-americana. O Tempo dos Sonhos é influenciado por boas e más energias. A função do filtro dos sonhos é a de afastar as energias intrusas e incorretas que, presas na teia, se dissipam com os primeiros raios do sol.
No Brasil, os xavantes e os tupis fazem esse filtro.
O princípio é uma teia. Para os índios, a aranha simboliza a vida: tudo é resolvido na teia, é onde ela trabalha, come e dorme. Quando alguém faz o filtro, está tecendo a vida de uma pessoa.

         O filtro não deve ser feito com um objetivo determinado, como arrumar marido ou mudar de emprego. É feito para proteger das coisas negativas que vêm de fora e também das que estão dentro de cada um. 
 
Os videntes nativo–americanos ensinam que a Grande Aranha, teceu a Teia do Universo para relacionar todas as coisas.
Para eles, a Aranha ao mesmo tempo é Avó e Criadora que cria novas energias dentro da existência. Ela tem a "Medicina da Criação". Num dos mitos da Criação, conta-se que no inicio do mundo só havia escuridão, os povos andavam às cegas, e viviam se colidindo, uns com os outros. A vovó aranha que  trouxe o sol e o fogo aos índios  e ensinou-lhes também a arte de fazer a cerâmica.

Conta uma velha lenda dos nativos norte-americanos, que um velho índio ao fazer uma Busca da Visão no topo de uma  montanha, lhe apareceu IKTOMI, a aranha, e comunicou-se em linguagem sagrada. A Aranha  pegou um  aro de cipó e começou a tecer uma teia com cabelo de cavalo e as oferendas recebidas.

Enquanto tecia, o espírito da Aranha falou sobre os ciclos da vida, do nascimento á morte e das boas e más forças que atuam sobre nós em cada uma dessas fases. Ela dizia:

 "Se você trabalhar com forças boas, será guiado na direção certa e entrará em harmonia com a natureza. Do contrário, irá para direção que causará dor e infortúnios".

No final  a Aranha devolveu ao velho índio o aro de cipó com uma teia no centro dizendo-lhe:

"No centro está a  teia que representa o ciclo da vida. Use-a para ajudar seu povo a alcançar seus objetivos, fazendo bom uso de suas idéias, sonhos e visões. Eles vem de um lugar chamado Espírito do Mundo que se ocupa do ar da noite com sonhos bons e ruins. A teia quando pendurada se move livremente e consegue pegar sonhos,  quando eles ainda estão no ar. Os bons sonhos sabem o caminho e deslizam suavemente pelas penas até alcançar quem está dormindo. Já os ruins ficam presos no círculo até o nascer do sol, e desaparecem com a primeira luz do novo dia"Esse círculo é conhecido como "dreamcatcher" (apanhador de sonhos).´´
Aqui no Brasil é chamado de Filtro dos Sonhos ou Coletor de Sonhos. Trata-se de um instrumento de poder para assegurar bons sonhos para aqueles que dormem debaixo dele, e também para trazer visões.
Geralmente são colocados onde a luz bate pela manhã, em frente a janela. Os nativos nos ensinam que os sonhos passam pelo furo no centro e os maus sonhos ficam presos na teia e se dissipam à luz do amanhecer.
Você poderá colocá-lo no seu quarto, escritório, ou até no berço ou carrinho do bebê. Os nativos ensinam que os bebês ao verem as penas balançarem com o vento, se entretêm e aprendem a importância do ar.
Tem muitas lendas de origem, de acordo com cada tribo e também diferentes formas de tecer.

O Círculo

Representa o Círculo da Vida. As rodas, ou círculos representam a totalidade. O círculo é o símbolo do Sol, do Céu e da Eternidade. No simbolismo ancestral o círculo é o símbolo do espaço infinito, sem começo e sem fim.Qualquer que seja a representação simbólica em qualquer era e em qualquer cultura, um Círculo de Poder, serve como um espelho, onde podemos ver o reflexo do Universo e o Grande Tudo, que contém a totalidade, trabalhando para o entendimento dos mistérios da vida, do cosmos, e das leis naturais.

A Teia e a Pena

Os fios da teia, que são ligados ao círculo, podem ser tecidos em 7 pontos (7 profecias) 8 pontos (8 pernas da aranha = oito direções sagradas ), 13 pontos (13 Luas), variando de acordo com cada tradição e intenção.

Pode ser colocada uma pena no centro, simbolizando a respiração, o elemento ar, e em alguns são colocados uma pedra/cristal. Tudo o que é colocado possui um significado. O Centro da Teia corresponde ao Grande Mistério, o Criador, a Força que abrange o Universo inteiro.

No xamanismo evoca-se a essência espiritual da aranha para compreender melhor a "teia da vida", para evocar a criatividade e a imaginação. Inspira a visão e o poder para trazer nossos sonhos até a realidade. Para se obter independência e coragem, para rompermos com armadilhas que criamos, sejam emocionais ou espirituais. Para rompermos a teia da ilusão, construirmos novos sonhos, para sonharmos mais, para tecermos nossa própria vida.

A mandala é formada por várias partes que têm um simbolismo:
- a parte de cima, um bambu com penas, trabalha a cabeça,
- a argola mexe com o corpo físico e a aura,
- a teia envolve o emocional,
- o que fica pendurado representa a energia que a pessoa está vivendo no momento.

As pedras

As Pedras colocadas no filtro têm uma conexão com a roda medicinal dos índios, que era montada com pedras. Cada uma faz uma conexão: uma ensina a ter clareza, outra limpa mágoas, outra trabalha a cura e outra lida com medos.

Trabalha o corpo físico, o corpo mental, o corpo emocional e a relação com as energias da Terra.

         Depois de tecido, o DREAM CATCHER representa a teia da vida de cada pessoa e lhe traz energias que vão impulsioná-la a um caminho de equilíbrio e harmonia, trazendo alegria, paz e felicidade.

         Cada filtro tem um dono. Além de trabalhar as energias do ambiente, fazendo com que as pessoas que frequentam o ambiente recebam apenas boas energias, ele ancora energias que vão trabalhar o corpo emocional da pessoa que é dona dele.
Além de todo o aspecto de instrumento de poder, o filtro é uma terapia incrível, pois ao fixarmos nossa atenção na medicina que estamos construindo, ela mexe com nossa energia, altera nossa consciência e também nos limpa, equilibra e nos faz recordar de Sonhos e propósitos esquecidos. Enfim, instrumentos de poder mexem com nosso interior, com nossa energia, e são canalizadores. Mas lembremos também que nunca devemos nos tornar instrumentos dos instrumentos, escravos de instrumentos, ou seja, não é o objeto que vai resolver uma série de coisas, ele apenas será veículo para nos por em contato com uma energia ancestral e com nosso intento. Também não nos livraremos de pesadelos, pois eles são aprendizado. O que o filtro basicamente faz é filtrar energias intrusas que podem interferir em nosso processo natural e pessoal do Sonhar e viajar pelo Tempo do Sonho, que é de onde vem grande parte do conhecimento de cada um de nós.

Os Chippewa utilizam uma teia muito similar à da aranha, em espiral, sendo que a sustentação desta teia em espiral está em 8 fios que correspondem às oito direções sagradas. Já os cherokees, trabalham com um filtro mais simples, onde há apenas uma pedra, geralmente no centro da teia, e uma única pena pendendo sob ele, pois acreditam que o filtro não pode ser muito "carregado" de objetos e penduricalhos para não desvirtuar sua função. Há ainda tradições que trabalham com o filtro na posição horizontal. Mas, enfim, cada tradição tem seu modo de confeccionar esta medicina. O interessante é que esta medicina surgiu em várias tribos que não mantinham contato direto umas com as outras, e vamos encontrar uma série de lendas a respeito disto.

Cada filtro é único. Em 21 dias, ele filtra os bloqueios que impedem que se faça o que se deseja. Depois disso, funciona como uma mandala de proteção. Deve ficar perto da pessoa, no quarto, por exemplo. Deve ser colocado no sol para limpar o filtro das energias negativas.
Quando a teia se rompe, ela deve ser jogada fora, ou em água corrente ou queimada.



CONTOS E LENDAS DO DREAMCATCHER


Existem várias lendas que explicam como o filtro surgiu. Uma das mais aceitas é a versão dos índios hoppis, do Arizona (EUA).


Duas tribos estavam em guerra.
As desarmonias energéticas, geradas pelas lutas, traziam pesadelos e não deixavam as crianças dormirem.

          A Mãe-Búfala (Espírito-guardião) pediu ao Xamã da tribo que fizesse um círculo com um galho de árvore e deixasse uma aranha fiar uma teia dentro dele.
Nesse círculo foram colocadas algumas pedras e penas para atrair as energias dos sonhos, dos pesadelos.
          O Filtro foi colocado na tenda das crianças. Elas se acalmaram e passaram a dormir bem. Pouco tempo depois, as tribos fizeram as pazes.

          Desde então o DREAM CATCHER é usado como um filtro de sonhos capturador de energias desarmônicas.
         Ele filtra as desarmonias prendendo-as nos nós de sua teia e deixando passar as energias harmônicas. As energias desarmônicas são desfeitas quando ele é exposto ao Sol.



MONTANDO O FILTRO DOS SONHOS

Para darmos inicio a montagem do Filtro são necessários alguns materiais:

-          Cipó ou aro de bambu;
-          Barbante ou alguma linha que você goste de trabalhar;
-          Sementes naturais (Açaí, Rudrá, entre outras);
-          Penas;
-          Tesoura.
-          Tiras de couro e se quiser palha da costa.


A MONTAGEM DO FILTRO PASSO A PASSO

Aqui usaremos tudo que venha da natureza, então começaremos montando nosso aro com um pedaço de cipó.


Passo 1.
Pegue o cipó, um tamanho que dê para dar duas voltas para que o aro fique bem firme. Faça um aro com o tamanho aproximado que deseje e em seguida vá entrelaçando as partes sobre o círculo feito.






Passo 2.

Após ter feito o aro, faça um laço na parte onde as duas extremidades do cipó de juntam, conforme mostrado na figura.







Passo 3.

Agora você vai começar a fazer o laço e dar forma a sua teia. Depois de ter amarrado as extremidades do cipó de um espaço que lhe permita fazer a quantidade de pernas que deseja. Observe a figura e a forma que o laço é feito.




Passo 4.

Conforme se faz o trançado, você deve puxa-lo para que o mesmo se fixe e fique bem esticado, pois é isso que o possibilita a continuar fazendo a teia.









Passo 5.

 A primeira parte da teia fica conforme ilustração na figura 5.
Mantenha sempre as pernas da teia bem esticadas para que o seu trançado não se solte.










Passo 6.

Agora a seqüência continua mais dentro das outras pernas que já estão fixadas, por isso a importância de se manter as pernas sempre bem esticadas e presas.
Continue fazendo a teia passando por dentro das pernas que já estão prontas.








Passo 7.

Conforme você vai diminuindo o círculo você pode ir acrescentando as sementes dentro da teia sagrada.
Lembrando-se que as cores e a posição são muito importantes, coloque intenção no que está fazendo.
O Dreamcatcher é muito mais que um penduricalho cheio de bugigangas, ele é uma mandala de poder, então sempre o trate como tal. Vá acrescentando as sementes conforme for achando conveniente.






Passo 8.
Seu filtro esta quase pronto. Ao terminar o trançado da teia, você pode ou não deixar um buraco no centro. Segundo algumas tradições o buraco no centro serve para que a boa energia passe e chegue até a pessoa ou ambiente.
Hoje se vê muitos filtros com o centro totalmente trançado, mais isso é um gosto de cada um, eu particularmente acho muito mais bonito e simpático com o furo no meio.
Ao terminar de um nó firme fazendo um pequeno trançado na linha.





Passo 9.
Coloque em volta do seu filtro quantas linhas desejar para fazer a decoração da parte de baixo, eu uso nos meus filtros 3 ou 5 linhas. Centralize elas e comece a colocar as penas, sementes, pedras, conchas, tudo o que estiver na sua mão e na sua criatividade, respeite sempre a sua intuição e siga em frente.

Os índios brasileiros não colocam muitos enfeites em baixo do filtro, portanto como eu disse siga a sua intuição, pois o importante mesmo é a intenção que você coloca.


Exemplos

Neste a pessoa colocou somente 3 barbantes e também decorou com penas.


Neste daqui a pessoa colocou 5 barbantes e as decorou com penas


AS CORES E SEUS SIGNIFICADOS


Algumas evidências científicas sugerem que a luz de diversas cores, que entra pelos olhos, pode afetar diretamente o centro das emoções. Cada um de nós responde à cor de uma forma particular. As pessoas tendem também a ser atraídas por certas cores, em virtude de alguns fatores determinantes. Sua escolha pode estar baseada em seu tipo de personalidade, nas condições circunstanciais de sua vida ou em seus desejos e processos mentais mais íntimos, profundos e até inconscientes.
As pessoas não escolhem necessariamente uma cor porque ela é boa para si próprias, mas porque gostam da cor, mesmo que esta possa ser contrária às suas necessidades.

Vermelho - aumenta a energia vital.
Rosa  - ativa a energia amorosa, elimina impurezas do sangue.
Laranja - proporciona maior alegria, jovialidade e libido, elimina gorduras em áreas localizadas.
Amarelo  - desenvolve a criatividade, purifica o sistema e é benéfico para a pele.
Amarelo forte - fortifica o corpo e age em tecidos internos.
Verde - aumenta a capacidade física e mental.
Verde forte - anti-infeccioso, anti-séptico e regenerador.
Azul - acalma e equilibra, é analgésico, regenera as células dos músculos, nervos, pele e aparelho circulatório.
Azul forte - lubrifica as juntas e articulações.
Rosa forte - age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos e artérias e elimina  impurezas do sangue.
Índigo - anestésico coagulante e purificador da corrente sanguínea, limpa as correntes psíquicas.
Violeta - sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauteriza as infecções e inflamações.
Dourado - concede a influência do Sol, dando ânimo e exaltação. Representa a opulência e a riqueza. Acelera o ritmo da bailarina.
Prateado - concede a influência da Lua, proporciona mistério, magia, receptividade e uma natureza mais feminina.




CONSAGRAÇÃO

Para se consagrar o Filtro para uma pessoa é necessário montar um Altar com os 4 elementos.
Em um canto onde não será incomodado, faça um círculo com pedras ou simplesmente o desenhe no chão.

Na direção Leste coloque uma vela ou algum objeto que represente o elemento fogo.

Na direção Norte coloque um copo de água ou algum objeto que represente o elemento água.

Na direção Oeste coloque uma Pedra ou algum objeto que represente o elemento Terra.

Na direção Sul coloque uma pena ou algum objeto que represente o elemento ar.

Coloque o filtro preparado no centro deste dos quatro elementos.
Faça uma prece ou uma canção de poder ou até mesmo um mantra para consagrar a Mandala dos Sonhos, eu sugiro o Mantra xamânico AH HEY AH ou o mantra Universal OM.



Saudações a você.
E Bom Sonhos!!!

7 comentários:

Anônimo disse...

Anand que lindo ! esta vendo minha intuição não falhou, mandaram confiar eu fiz! agora sim li um artigo completo que fale a pena seguir! como eu disse a vc na internet tem muita coisa filtrar e importante! que o Grande Pai te abençoe !Grata .ATT Yara

Chandra Veeresha disse...

Para quem quer começar a fazer o Filtro dos Sonhos, mas tem pouca habilidade com coisas artesanais, garanto que é só tentar que vai conseguir. Eu também não tinha, mas há mais ou menos uns quatro anos, quando fiz o primeiro, o Anand me deu estas mesmas dicas e disse: Se voce tiver dificuldade eu te ajudo mais. Porém, as dicas foram mais que suficientes. Fiz alguns e depois fiquei muito tempo sem fazer. Ano passado tivemos a oportunidade de realizar mais uma Jornada Xamânica e aí sim, com a orientação pessoal dele eu refiz o Filtro dos Sonhos, junto com a turma de alunos que levamos. Claro que é importante também reconhecer que o mesmo é mais que um artesanato, é um objeto sagrado de grande importância.
Anand, te amoooo!!!Por este coração enorme que voce tem...
Chandra

suyane maira disse...

Fiz um essa semana confesso que imaginei que meu primeiro filtro seria lindo, ele fico bem bacana mais o importante mesmo foi que consegui fazer e melhor de tudo acredito que ele não só filtra os nossos sonhos como filtra pensamento negativos, Continuarei fazendo acho muito lindo, só preciso arriscar a fazer novos modelos .. Obrigada e que Deus abençoe seus dias .

paty disse...

Olá, gosto muito do apanhador de sonhos, e gostaria de tatuar um, porém não encontro nenhuma imagem que mantenha os elementos, as pedras na teia, o cipó, as penas... Gosto da pena de águia e da pena de coruja, cada um com seu significado. Acredito que hoje as imagens que se tem dele já se banalizaram, porém encontrei uma luz no fim do túnel com esse blog, onde tem as explicações mais positivas e mais tradicionais. Vocês por acaso não possuem um desenho do filtro dos sonhos? Com os elementos citados? Obrigada!

Anônimo disse...

Lindo porem não tenho onde achar cipó

Ras disse...

muuito bom o blog, explica muito bem.. Jah Bless.

Anônimo disse...

Fiz um ficou massa vlw pela dica só não consagrei fiz pq eu gosto